Bate-papo com o hair designer e empresário Edemilson Bressan, do Bressan Cabeleireiros, de Florianópolis. Desde 1980, quando iniciou sua atuação no ramo, Bressan está sempre antenado nas principais novidades do mundo da beleza. Considerado um dos principais destaques do Sul do país na sua área, já participou de inúmeros cursos e workshops em todo o mundo, como na Jean Marc Joubert Academy, Toni & Guy Academy, entre outras academias renomadas, estando sempre a frente das últimas tendências em cabelos e técnicas. Recentemente esteve em dois congressos internacionais, e conta nesta entrevista o que viu de novidades por lá.

Em um mês você participou de dois importantes congressos internacionais. Qual a importância desses eventos para seu crescimento e atualização profissional?
Eu sempre penso que nunca podemos parar no tempo. Desde o início de minha profissão, eu sempre tive uma obsessão por melhorar cada vez mais, e isso não mudou. Esses eventos, hoje, são os melhores para quem deseja estar por dentro das novas tendências que ainda chegarão ao Brasil.

Como foi estar entre os 30 profissionais brasileiros escolhidos a dedo pela L’Oréal para participar do encontro em Paris e qual foi o critério da escolha?
Maravilhoso. Em 2011 eu fui escolhido para interpretar a coleção Mechas Riviera aqui no Sul, o que pra mim foi um grande presente. Acredito que o critério é quem vem se destacando na área e ganhando confiabilidade tanto das clientes quanto dos parceiros (marcas).

Que pessoas você mais gostou de conhecer nesses últimos encontros?
Foram muitas. Dentre eles Laetitia Guenaue, que já fez cabelos no cinema contemporâneo, Fernando Torquato (top maquiador) e Celso Kamura (cabeleireiro das celebridades globais). Sem falar nos profissionais das academias Alexandre de Paris, Dessange, Tony and Guy, Vidal Sassoon, Jean Marc Joubert etc.

Suas clientes procuram manter-se por dentro das novidades de tendências? Quem são as inspirações atuais delas?
A mídia em geral influencia 100%. As novelas, revistas, filmes estão sempre ditando moda e automaticamente as clientes já querem ter o cabelo parecido com o de alguma celebridade. Por exemplo, o cabelo da Christiane Torloni, Adriana Birolli, Julia Lemmertz, Camila Morgado, Ana Furtado, entre tantas outras.

Falando em tendências, no verão você falou muito em cabelos cacheados e ombré hair. E agora, para o inverno, o que você sugere que vai bombar na cabeça das mulheres?
Tons de mel, marrom, marrom dourado, castanho e loiro serão muito vistos e estarão em alta. Evitamos o tom acobreado e chocolate porque a mulher vem bronzeada do verão. As mechas não serão evidentes nem marcantes, apenas suaves. O loiro natural, com brilho de ouro nas pontas, também é tendência.

Você é bastante procurado por noivas. Alguma tendência específica para as mulheres que vão subir ao altar?
Os cabelos continuam soltos, leves, naturais, despojados. Podendo misturar com estilo retrô. Usar acessórios diferenciados que variam desde flores, rendas à joias – desde que saiba combinar tudo e com bom gosto. Aposto nos coques estilo bonequinha de luxo. Tranças de todos os estilos podendo ser misturadas com fitas, rendas do mesmo tecido do vestido etc.

Como é comandar dois salões de beleza em Florianópolis? Quais os planos futuros?
Quando se faz o que se gosta, tudo fica mais fácil. Eu comecei com um salão pequeno, simples e, graças a Deus, eu fui crescendo. Com as próprias “pancadas” eu fui aprendendo a administrar. Hoje eu tenho uma equipe maravilhosa, desde os profissionais da beleza à administração. Tem que existir uma troca de confiança, senão as coisas não fluem. Estamos sempre em busca de algo novo. Minha ideia é de transformar a marca Bressan em franquia.

Para você qual a principal característica que um profissional deve ter para trabalhar nesta área da beleza?
A primeira é amar, ter prazer pela profissão, ser bom no que faz, depois vem outros quesitos como ter ética profissional, postura, andar com uma aparência saudável. Procurar estudar sempre, estar atualizado, não parar no tempo.